Site Info
Release
Timeline
Discography
Audio
Photos
Videos
Links
Classes & Contact
Home
Clique e ouça faixas de toda a carreira de Zé Eduardo Nazario, entre trabalho solo, projetos coletivos e participações
Discography / Collective Creations
Ampliação da capa
Ouça o Lado A
[B(2)/1O-O.75-K.78]-P(2)-[O(4)/8-O.75-K77]
Marcha Sobre a Cidade
A Porta do "Sem Nexo"
54754-P(4)-D(3)-O
LP lançado de forma independente em 1979, com segunda edição pelo selo Lira Paulistana. Lançado na França pelo selo Syracuse em 1983. Reeditado em CD pela Editio Princeps em 2002.


Marcha Sobre a Cidade
Grupo Um
1979
1. [B(2)/1O-O.75-K.78]-P(2)-[O(4)/8-O.75-K77]   7'25
(Lelo Nazario)
2. Sangue de Negro 4'33
(Zé Eduardo Nazario)
3. Marcha Sobre a Cidade (dedicada a Zeca Assumpção) 10'23
(Lelo Nazario)
4. A Porta do "Sem Nexo" 9'52
(Lelo Nazario)
5. 54754-P(4)-D(3)-O 3'06
(Lelo Nazario)
6. Dala 4'00
(Zeca Assumpção)
faixas bônus no CD
7. N’daê 5'52
(Zé Eduardo Nazario)
8a. Festa dos Pássaros 2'50
(Zé Eduardo Nazario)
8b. C(2)/9-O.74-K.76 11'10
(Lelo Nazario)
Zé Eduardo Nazario Lelo Nazario
 
Zeca Assumpçao Carlinhos Gonçalves
Mauro Senise
faixas 1 a 6:
Lelo Nazario piano eletrônico
Zeca Assumpção baixo eletrônico, piano acústico
Zé Eduardo Nazario bateria, percussão
Carlinhos Gonçalves percussão
Mauro Senise sax soprano, sax alto, flauta
faixa 7:
Lelo Nazario percussão
Zeca Assumpção percussão
Zé Eduardo Nazario tabla, khena do Laos
Carlinhos Gonçalves percussão
Mauro Senise flauta
faixa 8:
Lelo Nazario piano eletrônico, gerador de sinais (efeito), percussão
Zeca Assumpção baixo eletrônico
Zé Eduardo Nazario bateria, percussão
Carlinhos Gonçalves percussão
Roberto Sion sax soprano
Capa do lançamento da Syracuse (França), 1983
Gravado e mixado no Estúdio Vice-Versa B em 26 e 27/9/79 (faixas 1 a 7). Faixa 8 gravada e mixada no Estúdio Vice-Versa B em 1977.
Produtor Grupo Um
Operador de áudio Wagner
Assistente de estúdio Arquimedes
Corte Joaquim Gonçalves (Vice-Versa)
Capa original Luiz Manini
Desenho Zico Priester
Capa da edição Francesa Claude Goareguer e Thierry Lesage
Foto da contra-capa original Marcos Santilli
Masterização digital
para a reedição em CD:
Lelo Nazario no Utopia Studio
   
 
  Texto de Lelo Nazario para a reedição em CD de "Marcha Sobre a Cidade".

Marcha Sobre a Cidade foi gravado em um pequeno estudio de 4 canais, num espaço suficiente apenas para acomodar os músicos e seus respectivos instrumentos. Nessas condições, as músicas (algumas bastante longas) eram registradas sem interrupções nem overdubs, já que todos os músicos tocavam ao mesmo tempo neste espaço e os microfones captavam todo tipo de vazamento. Já tínhamos gravado em outras ocasiões uma trilha de documentário e todo um material anterior neste mesmo estúdio, de forma que conhecíamos bem as suas limitações. Em compensação, contávamos com um engenheiro de som rápido e competente, além de equipamentos de alto padrão (gravadores AMPEX) e todos os microfones Neumann (valvulados), o que explica a boa qualidade sonora do resultado final.

As músicas do disco original representavam apenas parte do material que tocávamos nos concertos. A faixa-título Marcha Sobre a Cidade, originalmente escrita em 6/8, foi se tornando mais livre à medida em que era tocada e aperfeiçoada. Na versão final, registrada neste CD, já não se pode definir com certeza onde estão os tempos fortes e fracos, já que alguns tempos fracos são também acentuados. Embora a melodia apresente fluidez e naturalidade, ela nos dá a sensação de estar "flutuando" sobre a base rítmica.

Os nomes das músicas em formato de "fórmula" descrevem, na realidade, um breve histórico da composição, em quantas partes ela foi dividida, as pontes entre dois trechos e quais as fórmulas de compasso adotada em cada parte. Foram concebidas como um pequeno lembrete da seqüência das partes durante os primeiros ensaios, e acabaram se tornando os próprios nomes das composições.

Em 5(4)-P(4)-D(3)-O o andamento é extremamente rápido, as trocas de acordes acontecem praticamente em cada tempo do compasso, com a parte central da composição aberta ao improviso livre (mas com tempo curto e definido). [B(2)/1O-O.75-K.78]-P(2)-[O(4)/B-O.75-K77] e Sangue de Negro trazem a influência dos ritmos africanos puros, melodias construídas sobre escalas pentatônicas e um caminho harmônico sofisticado. A Porta do "Sem Nexo" tem uma seção improvisada, mas com seus caminhos definidos previamente. O título é uma brincadeira com os críticos da época, que não viam sentido na improvisação livre e, portanto, não percebiam a riqueza dos mecanismos criativos inventados para executar e dar embasamento a esse tipo de música (continuam não percebendo até hoje...).

O álbum original se encerra com Dala, de Zeca Assumpção, uma composição com traços fortes de harmonia impressionista, tendo Mauro Senise como solista – que dá ao sax soprano uma sonoridade mais próxima da música erudita do que do jazz.

Esta edição em CD traz ainda dois bonus tracks inéditos: N'daê, onde todo o grupo toca percussão, acompanhando os caminhos da flauta, e C(2)/9-O.74-K.76, que traz a base rítmica afro-brasileira somada à construção harmônica e melódica contemporânea. Esta última faixa é um registro da formação inicial do grupo, enquanto contava ainda com a participação do grande saxofonista Roberto Sion, substituído por Mauro Senise antes da gravação efetiva do primeiro LP.

Lelo Nazario, maio de 2002

 
SET LIST (MASP, 1980)
America L (Lelo) para dois pianos :: N'Daê (Zé) :: A Porta do "Sem Nexo" (Lelo) :: Dala (Zeca) :: O Homem de Wolfsburg (Lelo) :: [B(2)/1O-O.75-K.78]-P(2)-[O(4)/8-O.75-K77] (Lelo) :: Sangue de Negro (Zé) :: Marcha Sobre a Cidade (Lelo) :: 54754-P(4)-D(3)-O (Lelo)
 
  Site Info | Release | Timeline | Discography | Audio | Photos | Videos | Links | Classes & Contact | Home